LIP TINT CARO x BARATO: QUAL É MELHOR?

O Beleza de Farmácia está de volta cheio de novidades!

E hoje é minha estreia como nova integrante do time BF. Meu nome é Priscila Peres, amo makes e produtinhos de skincare e quero ajudar vocês a deixar esse universo de beleza muito mais simples. Administro o grupo Beauty Review no Facebook (entra lá que tá rolando sorteio!) e estou me juntando à Maytê para trazer conteúdos bem legais pra vocês. <3

 

E vamos falar de Lip Tint! Esse batom queridinho das coreanas está fazendo a cabeça das brasileiras também. Como o nome diz, é um batom que mais parece uma tintura e promete efeito super natural, com alta duração.  É possível aplicar também como blush.

Algumas marcas gringas já têm esse produto faz um tempo, como o caso da Benefit com o Benetint. Ele fez tanto sucesso que ganhou uma família inteira com cores diferentes. O Boticário já teve um muito parecido, na linha Intense, mas foi descontinuado alguns anos atrás.

Agora, novas marcas estão lançando, como o caso da DNA (R$ 10,00), Zanphy (R$ 17,90) e da T-Blogs em parceria com a Larissa Manoela, que tem também ácido hialurônico e vitamina E na composição (R$ 29,90)

Decidimos testar uma versão cara e uma barata para ver se tem muita diferença e qual vale a pena comprar. Vamos lá!

 

VERSÃO CARA: BENETINT – R$ 165 (10 ml) / R$ 65 (4 ml)

Embalagem: o aplicador é semelhante a de um esmalte, o que pode ser difícil de aplicar para algumas pessoas, mas pra mim foi tranquilo porque ele não deposita muito produto, fica fácil de controlar.

Cheiro e textura: é um líquido com textura macia e cheirinho bem gostoso, dá vontade de passar várias vezes

Resultado: a cor deixa um efeito muito natural, parece que você não está usando nada mas dá um toque especial.

Durabilidade: como dá pra ver na foto abaixo, ele some praticamente todo depois de comer, Porém, o lábio ainda fica com um tom mais coradinho do que quando não estou usando nada.

 

VERSÃO BARATA: DNA – R$ 10 (10 ml)

Embalagem: o aplicador é igual ao da Benefit, como de um esmalte. Mas o líquido é mais fluido e espalha mais rápido, precisando usar os dedos. Isso faz com que você tenha menos controle e é mais fácil de borrar e manchar.

Cheiro e textura: o cheiro e a textura também são muito bons, não fica com os lábios pegajosos.

Resultado: este também deixa um efeito natural, mas é bem mais pigmentado que o da Benefit, o que eu já gosto mais. A cor que usei foi o Lip Cherry.

Durabilidade: assim como o da Benefit, ele também some praticamente todo depois de comer, mas mantém o efeito de lábios saudáveis.

 

PARECER FINAL

Considerando que os dois deixam o efeito final dos lábios bem parecido e possuem durabilidade também semelhante, na minha opinião o da DNA sem dúvidas tem o melhor custo/benefício.

E vocês, já aderiram aos lip tints? Contem nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *